pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Museus do TAMAR: conservação, ciência e cultura

29/11/2016 - Embarque com a gente nessa aventura de proteger as tartarugas marinhas! ↓

Os Museus do TAMAR são espaços equipados com estrutura adequada e pessoal preparado para sensibilizar a população do entorno e demais visitantes quanto as ameaças e desafios para a conservação das tartarugas marinhas. Nestes locais que preservam, pesquisam e difundem conhecimento é possível se aproximar do ambiente marinho e embarcar junto com o TAMAR na aventura de proteger as tartarugas. Eles mostram o trabalho que acontece desde 1980, geram renda para as comunidades litorâneas e arrecadam recursos para as ações de conservação e pesquisa. Juntos já receberam mais de 18 milhões de visitantes.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM, os Museus do TAMAR na Bahia e em Santa Catarina estão entre os 5 museus mais visitados do Brasil em suas respectivas regiões. Visitas orientadas, exposições, alimentação interativa dos animais, oficinas de arte, apresentações culturais, palestras, solturas de tartarugas reabilitadas e filhotes, dentre outras atividades, encantam e sensibilizam participantes de diversos lugares do mundo. O coordenador nacional do TAMAR, Guy Marcovaldi destaca que "como muitas pessoas não conseguem ver o que acontece nas praias, o TAMAR traz parte do que faz para a vitrine, que oficialmente é um museu onde as pessoas conhecem e aprendem a respeitar as tartarugas marinhas e a cultura das comunidades litorâneas. O sonho do uso não letal se tornou realidade. Hoje, mais de 1.800 pessoas vivem das tartarugas marinhas sem precisar matá-las". 

Praia do Forte-BA

O Museu do TAMAR Praia do Forte foi criado em 1982. Junto com a base de pesquisa, ocupa uma área total de dez mil metros quadrados, cedida pela Marinha do Brasil/Comando do IIº Distrito Naval, no entorno do farol Garcia D’Ávila. Entre tanques e aquários, são 600 mil litros de água salgada com exemplares da fauna marinha da região e de quatro das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, em diferentes estágios do ciclo de vida. Tem multimídia, cinema, vídeo, aquários, tanques, exposição permanente de painéis fotográficos, loja e restaurante. Um espaço cultural recebe eventos com artistas nacionais, internacionais e locais. Saiba mais.

Fernando de Noronha-PE

O TAMAR iniciou suas atividades de pesquisa e conservação no arquipélago em 1984. O Museu do TAMAR Fernando de Noronha foi inaugurado em 1996. Com o crescimento do turismo, no início da década de 90, Noronha se tornou um dos grandes destinos ecoturísticos nacionais e decidiu-se instalar estrutura para atrair e integrar esse fluxo crescente de pessoas aos programas ambientais locais, especialmente voltados para a temática marinha brasileira. Palestras ocorrem todas as noites, com temas variados sobre o universo dos oceanos de das tartarugas marinhas. Saiba mais.

Aracaju-SE

O Oceanário de Aracaju também é Museu do TAMAR e foi inaugurado em 2002. É o primeiro oceanário do Nordeste e o quinto do Brasil. Instalado na praia da Atalaia, a 500m do mar, ocupa 141 mil m2 de área cedida pelo Governo Federal, através de contrato de cessão entre o Serviço de Patrimônio da União e a Fundação Pró-TAMAR. Tem área construída de 1.700 m², na forma de uma tartaruga gigante, com a cobertura em eucalipto e piaçava. É um dos atrativos turísticos de Aracaju, destacando-se na moderna e revitalizada Orla de Atalaia, entre espelhos d’água com pontes, calçadão, ciclovia e espaço para exposições, apresentações culturais e esportes aquáticos. Saiba mais.

Vitória-ES

É o mais jovem, inaugurado em 2012. Está localizado na Praça do Papa, onde são realizados os eventos festivos da cidade, na entrada da baía de Vitória, onde está a Colônia de Pescadores da Praia da Suá. A paisagem do local foi revitalizada. O atendimento pela equipe do TAMAR é gratuito para a comunidade de pescadores e rede de ensino público do município de Vitória, com atividades guiadas e palestras. O recurso gerado pela visitação dos turistas e demais redes de ensino é integralmente revertido para as atividades de conservação das tartarugas marinhas. Saiba mais.

Ubatuba-SP

Inaugurada em 1991, Ubatuba foi a primeira base instalada pelo TAMAR em área de alimentação das tartarugas marinhas no litoral brasileiro. O Museu conta com uma estrutura de sensibilização e educação ambiental, informação, lazer, incluindo tanques e aquários, auditório com 30 lugares, espaço para exposições, loja e lanchonete. Junto com o Museu Caiçara, resgata e valoriza a rica cultura local, e relembra os hábitos e costumes de uma época que faz parte da formação do povo brasileiro. Saiba mais.

Florianópolis-SC

Para minimizar os efeitos predatórios da pesca sobre as tartarugas marinhas, o TAMAR instalou em 2005 sua base na praia da Barra da Lagoa, distante 25 km do centro de Florianópolis, na costa leste da ilha. O Museu auxilia no trabalho de conscientização e educação ambiental de visitantes, comunidades e pescadores. Conta com estrutura que inclui cinco tanques de observação com exemplares de quatro das cinco espécies de tartarugas marinhas que desovam no Brasil, sala de vídeo e exposições, espaço infantil e loja para venda de produtos TAMAR. Saiba mais.

Tartaruga Oliva

Arembepe - BA

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras