pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Pesquisa busca reduzir captura incidental de tartarugas marinhas na pesca

03/08/2012 - Em parceria com pescadores locais, o Tamar/Ubatuba vem realizando testes com redes de emalhe, uma das modalidades de pesca mais utilizadas ao longo da costa brasileira. ↓

Em parceria com pescadores locais, o Tamar/Ubatuba(SP) vem realizando testes com redes de emalhe, uma das modalidades de pesca mais utilizadas ao longo da costa brasileira. A pesquisa, iniciada em 2009, busca identificar medidas que possam contribuir com a redução da captura incidental de tartarugas, sem afetar negativamente a captura de espécies-alvo.

A pescaria com redes de emalhe costeira é a mais difundida no país e atua coincidentemente sobre as áreas de alimentação da tartaruga verde (Chelonia mydas). Dentre as cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, as verdes são as mais impactadas por esta pescaria.

A primeira parte dos testes foi realizada entre 2009 e 2010 e teve como principal objetivo identificar se havia diferença entre a taxa de captura de peixes e tartarugas durante os períodos diurno e noturno. Os resultados preliminares sugerem que a maior parte dos peixes é capturada durante o período noturno, ao passo que as tartarugas foram mais capturadas durante o período diurno. Segundo Berenice Gallo, coordenadora do Tamar em São Paulo, esse antagonismo é positivo e abre novas possibilidades para a conservação das tartarugas no ambiente marinho.

A segunda etapa dos testes foi realizada em parceria com a National Oceanic and Atmospheric Administration – USA (NOAA) e com pescadores locais, entre dezembro de 2011 e julho de 2012. O objetivo principal foi avaliar a captura de peixes e tartarugas durante o período noturno, em dois tipos de redes: com iluminadores (redes experimentais) e sem iluminadores (redes controle).

Nesta etapa foram monitorados 40 lances de pesca e, a princípio, não houve diferença significativa na captura de tartarugas. Os dados coletados pelo Tamar ainda estão sendo analisados. Segundo a coordenadora regional do Tamar, teste semelhante foi realizado na Baja California (México), onde as redes com iluminadores reduziram em 40% a captura de tartarugas e não alteraram significativamente a captura das espécies-alvo.

Tartaruga Verde ou Aruanã

Arembepe - BA

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras