pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Tamarear, a força da música em defesa da natureza e das tartarugas marinhas

25/07/2012 - Sensibilização e educação ambiental através da arte movimentam Centros de Visitantes do Projeto Tamar pelo Brasil. ↓

Tamarear, a força da música em defesa da natureza e das tartarugas marinhas

Grupo Tamarear - Praia do Forte/BA

Como diz a música, gravada por Stanley Jordan, Milton Nascimento e Dudu Lima Trio, Tamarear é, “mesmo molhado, mareado e cansado, não desistir”. Segundo o coordenador nacional do Tamar, oceanógrafo Guy Marcovaldi, um dos autores da canção, mais do que um neologismo, Tamarear é um verbo de primeira conjugação cujo significado traduz toda ação em defesa da natureza e das tartarugas marinhas através da música.

O programa Tamarear nasceu como parte dos eventos comemorativos dos 30 anos do Tamar. Chamava-se, então, 30 Anos de História para Cantar. Deu certo, tornou-se permanente e ganhou esse novo nome. Todas as músicas são inéditas e têm como temas principais o ciclo de vida das tartarugas marinhas, a conservação da natureza e a história das pessoas e das comunidades que ajudam o Tamar.

Além de compositores profissionais, entre os autores há pescadores, moradores das comunidades e integrantes das equipes do próprio Projeto. Artistas como Lenine, Milton Nascimento, Stanley Jordan, João Donato, Dudu Lima, Duda Diamba, Margareth Menezes, Luiz Caldas, Armandinho e bandas como Móveis Coloniais Acaju estão envolvidas no programa.

Hoje, além do CD já lançado, o movimento Tamarear, como diz o seu diretor musical, Luciano Calazans, conta com algumas bandas formadas por músicos profissionais e amadores, ligados às comunidades e ao Tamar. Na Bahia, são quatro grupos, todos ligados à base da Praia do Forte: Casco Cabeça, Tamareando Rock, Tamareando Reggae e Tamarear.

Bases do Tamar de outros Estados também têm bandas que fazem parte do programa, como Som no Casco (Sergipe/Aracaju), Os Cascudos (São Paulo/Ubatuba), Tamarazul (Pernambuco/Fernando de Noronha) e Septeto Tamarear (Santa Catarina/Florianópolis).

Para que o programa se efetivasse, foram criados espaços culturais em alguns Centros de Visitantes do Tamar, com palco, iluminação e som profissionais para abrigar os shows das bandas, artistas independentes e manifestações culturais locais, além de atrações nacionais. Dessa forma, os CVs da Praia do Forte, Ubatuba, Florianópolis e o Oceanário de Aracaju ganharam nova área permanente de lazer e entretenimento, além de ferramenta de sensibilização e educação ambiental através da arte.

Coral do Mar - Além das bandas, o programa Tamarear mantém ainda o Coral do Tamar, formado por crianças das comunidades da Praia do Forte e seu entorno. Com coordenação e regência de Luciano Calazans, o Coral é principalmente mais uma ação de inclusão social e educação ambiental do Tamar. Foram selecionados cerca de 20 meninos e meninas, entre 8 e 14 anos. Além de participar do CD e de algumas apresentações, as crianças têm aulas semanais de teoria musical gratuitas, desde que frequentem a escola regular.

Ficha técnica canção Tamarear (Guy Marcovaldi e Luciano Calazans):
Arranjo: Dudu Lima
Voz: Milton Nascimento
Guitarra: Stanley Jordan
Baixo: Dudu Lima
Piano e voz: Ricardo Itaborahy
Bateria: Leandro Scio 

As bandas, o Coral do Mar e os artistas do Tamarear

BAHIA

Praia do Forte

Casco Cabeça – Criado em 2010, foi o primeiro grupo musical formado no Tamar, com a participação de biólogos, veterinários, funcionários e membros da comunidade da Praia do Forte. É uma banda eclética, mistura estilos, ritmos e sons. Participou do CD do Tamar e já acompanhou consagrados artistas baianos como Ricardo Chaves, Gerônimo em apresentações no palco do Centro de Visitantes.

Tem a seguinte formação: Marco Rossi (voz, vocais, violão e composições), Dudu Rodriguez (teclado, voz evocais), Lenna Maria (voz e vocais), Agmário Laércio (guitarra, violão, voz e vocais), Aguimar Santana (baixo elétrico), Cau Specht (bateria) e Luciano Calazans (direção musical e arranjos).

Tamareando Rock – Baseado nas guitarras elétricas e distorções, o grupo passeia por vários estilos do gênero sem abandonar o conceito particular. Mesclam o som do cajón (instrumento percussivo de origem peruana) com a bateria e os instrumentos acústicos e elétricos. O repertório mistura as músicas exclusivas com a mensagem do Tamar com hits consagrados do rock. Destaque para as canções Velho Rock’n roll, Coragem e Deixe a Tartaruga Nadar.

A banda tem a seguinte formação: Pedro Lino (voz), Pedro Coelho (violão de aço), Fred Oliveira (guitarras), Luciano Calazans (baixo elétrico e direção musical), Carlito (pandeiro e percussão) e Cau Spetch (bateria).

Tamareando Reggae – O grupo tem como base a banda Casco Cabeça, complementada por participações diversas a cada show. A função desse grupo é apoiar e acompanhar as apresentações de artistas do gênero engajados no movimento e outros amigos do Projeto. Um dos principais integrantes desse grupo é o vocalista Duda, da Diamba, uma das mais importantes bandas de reggae da Bahia.

Tamarear – O repertório reúne releituras de canções temáticas do Tamar (destaque para Oferenda e Tamarear) e de obras consagradas da MPB, fusion e instrumental, revelando assim o ecletismo do grupo, que tem ainda um caráter experimental, pois trabalha com vários instrumentos, timbres, arranjos e samplers. Destaque para Travessia, O Bêbado e O Equlibrista, Cais, Travessia e Trenzinho Caipira, dentre outras.

Criada em 2012, a banda é a caçula do movimento. Sua formação é a seguinte: Clau Andries (voz e vocais), Mauricio Cardim (voz, violão e vocais), André Santana (teclados e programações), Fred Oliveira (guitarras), Allan Amaral (bateria) e Luciano Calazans (baixo elétrico, contrabaixo, direção musical e arranjos).

SERGIPE

Oceanário de Aracaju

Som no Casco - O Oceanário de Aracaju inaugurou o seu espaço cultural, chamado Casco Acústico, em 2010. Desde então, funciona em parceria com artistas locais, que montaram a banda Som no Casco para se integrar ao Tamarear, ainda no tempo da gravação do CD. Com o tempo, a banda foi inserindo elementos regionais nas músicas temáticas do Tamar. Com isso, a banda de Sergipe conseguiu ir incrementando o som, misturando samba de coco típico e forró nordestino. Som no Casco já fez shows individuais e acompanhou apresentações no Oceanário de artistas como Armandinho, Márcio Mello, Patrícia Polayne, Raimundos, Alapada, Pedro Morais, Two Brothers e Tunai.

A banda é composta pelos músicos Pedro Mendonça (percussão), Eduardo Prudente (bateria), Plínio (teclados), Junior (baixo) e Monahra (voz).

PERNAMBUCO

Fernando de Noronha

Tamarazul - Criada em 2012, a banda Tamarazul integra o programa Tamarear em Fernando de Noronha, com apresentações no espaço multicultural do Projeto Tamar. Interpreta músicas do primeiro CD do Tamar e de outros artistas nacionais consagrados.

Formada por músicos moradores e por colaboradores do Tamar em Noronha, a banda conta com Daya (vocal), Diogo Mutti (guitarra), Josephe (baixo), Allan (bateria) e Felipe (arcodeon).

SÃO PAULO

Ubatuba

Os Cascudos - Criada no final de 2009, a banda Os Cascudos iniciou a carreira em Ubatuba interpretando músicas do primeiro CD do Tamar e agora já possui composições próprias e um estilo musical que vai do reggae ao rock, da MPB ao samba. Composta por músicos locais, mantém a mesma formação desde o início: André Ramos (guitarra), Rafael Furtado (baixo), Wanderley Alves (bateria) e Ieda Terra (voz).

Fez sua primeira apresentação no antigo coreto do Centro de Visitantes de Ubatuba. Em 2010, na comemorações de 30 anos do Projeto Tamar, abrindo o show do cantor Tunai e inaugurou o novo espaço cultural do Tamar, abrindo o show e cantando junto com o cantor Pedro Morais. A partir daí, esteve presente nos eventos comemorativos no Centro de Visitantes do Tamar e na abertura de grandes shows, como Dudu Lima, Renato Teixeira, Gabriel Sater, Xangai e outros, recebendo também participações especiais como da cantora Michele Bruna.

SANTA CATARINA

Florianópolis

Septeto Tamarear - Através do contato com músicos da Ilha de Florianópolis, surgiu a ideia de criar o Septeto Tamarear, que é formado por músicos já atuantes na cidade, com bandas e repertórios próprias, mas que abraçaram a causa de proteção das tartarugas marinhas: Cassio Moura (da Cassio Moura Trio), Chico Martins e Gerry Costa (do Dazaranha), Camélia Martins, Edilson Forte Tatu, Arnou de Melo, Mauro Borguezan e Felipe Artur Moritz.

O estilo de música passeia pelo samba, rock, reggae e jazz. Desde sua criação, participa de eventos no Centro de Visitantes do Tamar e da abertura de grandes shows, como Stanley Jordan, Dudu Lima, João Donato, Lenine e outros.

 

Tartaruga Cabeçuda ou Mestiça

Fernando de Noronha - PE

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras