pagina inicial
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Delegação do Gabão chega para ver trabalho do Tamar-ICMBio

03/12/2010 - Uma delegação do Gabão, África, chega ao Brasil no começo de dezembro para dar continuidade aos contatos para a elaboração de um projeto de intercâmbio e cooperação técnica para a conservação das tartarugas marinhas. Leia mais. ↓

Uma delegação do Gabão, África, formada por pesquisadores e representantes de entidades civis e governamentais ligadas à proteção das tartarugas marinhas, chega ao Brasil no começo de dezembro para dar continuidade aos contatos iniciados em outubro último, quando técnicos do Tamar visitaram o país africano, com apoio da Agência Brasileira de Cooperação/Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Após esse encontro, a Agência Brasileira de Cooperação, o Tamar, as ongs e representantes governamentais gabonesas vão elaborar um projeto de intercâmbio e cooperação técnica entre Brasil e Gabão, visando a proteção das tartarugas marinhas. Há registros de que algumas populações dessa espécie frequentam as águas territoriais dos dois países.

Programa dirigido - A equipe do Tamar organizou uma programação com visitas aos Estados onde os problemas e dificuldades são semelhantes aos enfrentados pelos gaboneses, como, por exemplo, a captura incidental em pescarias oceânicas. Eles vão conhecer também ações de sucesso quanto à sensibilização, educação ambiental e inclusão social em comunidades litorâneas.

Com essa perspectiva, os gaboneses farão visitas dirigidas às bases do Tamar no Espírito Santo, Santa Catarina, Sergipe e Bahia. No Espírito Santo, vão ver a Confecção Tamar e o Centro de Educação Ambiental. Também participam de reuniões com as equipes envolvidas em licenciamento de petróleo, veterinária, pesquisa e conservação.

De lá, a delegação vai conhecer o Tamar Sul, em Florianópolis/SC, onde visita um dos maiores entrepostos de pesca industrial do Brasil. A equipe do programa Tamar Pesca vai apresentar as atividades realizadas junto à indústria pesqueira, as medidas mitigadoras e a formação dos observadores de bordo, realizado em parceria com a Universidade do Vale do Itajaí – Univali.  Os gaboneses vão conhecer ainda o Centro de Pesquisa e Gestão de Recursos Pesqueiros do Litoral Sudeste e Sul.

Em Sergipe, o foco são as ações comunitárias. A comitiva irá ao Oceanário de Aracaju e à base de Pirambu, presenciando atividades de inclusão social e de educação ambiental. A visita oficial será encerrada na sede nacional do Tamar, na Praia do Forte/BA, onde conhecem o Centro de Visitantes e o trabalho de sensibilização, educação ambiental e divulgação do Projeto e de sua mensagem.

Tartaruga de couro ou gigante

Fernando de Noronha - PE

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores