pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Fotopoluição é tema da campanha Condomínio Legal

05/04/2010 - A campanha Condomínio Legal, iniciada pelo Tamar neste verão, foi intensificada durante a semana do Carnaval, em condomínios das praias de Guarajuba, Itacimirim e Barra do Jacuípe, no litoral norte da Bahia. Saiba mais... ↓

Fotopoluição é tema da campanha Condomínio Legal

A iluminação de casas e postes de rua e da orla de condomínios localizados nas praias de Guarajuba, Itacimirim e Barra de Jacuípe, no litoral norte da Bahia, está sendo monitorada pelo Tamar, como parte da campanha Condomínio Legal iniciada neste verão e intensificada durante o Carnaval. A campanha vai se estender por toda a região, incluindo atividades de informação, sensibilização e educação ambiental, além de identificar possíveis fontes de fotopoluição.

O crescimento urbano desordenado e a iluminação artificial excessiva e inadequada representam sérias ameaças às tartarugas marinhas: quando deixam os ninhos em direção ao mar, os filhotes são guiados pela luminosidade do horizonte. Quando a luz artificial incide sobre a praia de desova, desorientam-se no caminho, ficam perdidos, e morrem por insolação, atropelados ou atacados por predadores.

Solução do problema - Segundo o coordenador regional do Tamar na Bahia, biólogo Gustave Lopez, o objetivo é diagnosticar a intensidade e direcionamento dessas fontes de luz e trabalhar em conjunto com os proprietários na solução do problema. Ao se adequarem às sugestões de adaptação na iluminação, todos ganham o reconhecimento pelo esforço de proteção das tartarugas marinhas, através de uma placa de Condomínio Legal, afixada instalada em cada empreendimento.

Como parte dessa campanha, o Tamar faz visitas notunas para identificar fontes fotopoluidoras. Depois, acontecem o contato com proprietários e responsáveis legais pelos condomínios; reuniões e palestras, com distribuição de uma cartilha com orientações básicas, incluindo dicas de adequação de luminárias e outros tipos de luzes que não prejudicam os filhotes, nem as tartarugas marinhas,quando sobem à praia para desovar. “Tanto nos testes quanto nas apresentações aos condôminos, soltamos filhotes na praia, para que eles vejam na prática que as tartaruguinhas, desorientadas pela luz, não chegam ao mar em frente ao condomínio deles”, observa a bióloga Luciana Veríssimo.

Assista o vídeo "Turtles in trouble" (Tartarugas em perigo).

Tartaruga Cabeçuda ou Mestiça

Arembepe - BA

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras