pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Culturarte celebrou a riqueza das comunidades

07/03/2014 - Teve arte, cultura e conservação de tartarugas marinhas em dois dias de programação em Ponta dos Mangues/SE. Leia mais. ↓

Culturarte celebrou a riqueza das comunidades

Puxada de rede

O Culturarte, evento que integra as ações desenvolvidas pelo Programa de Valorização da Cultura do Tamar, chegou a Ponta dos Mangues/SE no começo de fevereiro 2014, unindo 300 pessoas em dois dias de arte, cultura e conservação de tartarugas marinhas. Na comunidade que abriga uma das três bases de pesquisa do Tamar em Sergipe, o Culturarte se vestiu de Capoeira: foi o 5º batizado e Troca de Cordões do Grupo Unidos nas Tartarugas.

A programação aconteceu entre os povoados do Tigre e Ponta dos Mangues, pertencentes ao município de Pacatuba (norte do estado de Sergipe) e situados no entorno da ReBio de Santa Isabel, Unidade Federal de Conservação criada em 1988 também para proteger o ecossistema costeiro da região e, consequentemente, as tartarugas marinhas.

O primeiro dia foi no povoado do Tigre: o Culturarte aconteceu na sede da Associação de Apicultores e Artesãos do Povoado. Teve exibição de fotos, filme da Galera da Praia e artesanatos locais, os alunos da Capoeira e a comunidade puderam participar de uma tarde de musicalidade, instrumentação e roda de capoeira, vivenciaram e trocaram experiências com professores e mestres de diferentes grupos e estilos. Todos acompanharam uma palestra sobre a importância e necessidade de trabalho conjunto para a proteção às tartarugas marinhas em áreas de desova, como é a região. O estado de Sergipe é o principal local de reprodução de tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e o Tamar já conseguiu proteger mais de 7 mil ninhos por ano (segundo dados da temporada 2012-2013).

No segundo dia, o Batizado e a Troca de Cordões aconteceram no povoado de Ponta dos Mangues. O evento teve início com apresentação folclórica da Puxada de Rede pelos meninos do Unidos nas Tartarugas de Pirambu/SE e Maculelê pelos meninos do Ginga Legal (Japoatã/SE). Mães, pais e comunidade estiveram no restaurante de Dona Maria de Pititi para ver as apresentações e, principalmente, as crianças jogando. As pessoas puderam apreciar uma exposição de cordéis, quadros e camisetas confeccionadas pela galera do Projeto Tainha – Turismo de Base Comunitária, além da culinária local que agradou a todos os gostos em um grande banquete nesse dia de festa.

Agradecimentos especiais: Comunidade do Tigre e de Ponta dos Mangues, ReBio de Santa Isabel, Prefeitura Municipal de Pirambu, Pacatuba e Japoatã e ao Projeto Tainha – Turismo de Base Comunitaria.

Saiba mais:

23º Culturarte: Conservação de braços dados com a comunidade 

 

Tartaruga de pente ou legítima

Fernando de Noronha - PE

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras