pagina inicial
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Almofala - CE

Almofala

Almofala

Almofala

Almofala

  • ex
  • ex
  • ex
  • ex
  • ex

Acesso Projeto Tamar, 151.
Tel: (88) 3667-2020
E-mail: tamarce@tamar.org.br
Aberto de segunda a sábado, 8h às 11:30h e 14h às 17h. Domingos, 8:30h às 17h.
Atendimento para escolas e grupos especiais: de quinta a domingo. Agende sua visita pelo telefone ou e-mail.

O Centro de Visitantes de Almofala fica na única base do Tamar no Ceará, município de Itarema, litoral oeste do Estado a 190km da capital, Fortaleza. Foi criada em 1992,  em uma importante área de alimentação e corredor migratório para as espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil. Almofala é uma importante comunidade pesqueira. A população de cerca de 13 mil habitantes é formada principalmente por descendentes dos índios Tremembé, que vivem da pesca artesanal. Os currais se destacam entre as artes de pesca mais praticadas na região, seguidos das redes de espera para peixes e caçoeiras para lagostas. O Tamar trabalha junto a pescadores da região para proteger as tartarugas capturadas incidentalmente por essas pescarias.

Em 1994, na área da base, foi construído o Museu da Aruanã, em homenagem à tartaruga verde (Chelonia mydas), a mais comum na região. Em 2002, após reforma na base, foi implantado o Centro de Educação Ambiental - CEA, incluindo o Museu, para atender escolas e comunidades locais. O programa de educação ambiental inclui módulos educativos previamente definidos pelos professores, sobre cidadania, conservação ambiental e das tartarugas marinhas. O Centro de Educação Ambiental de Almofala/Museu da Aruanã recebe atualmente uma média de nove mil visitantes/ano, incluindo os estudantes.

Atrações

  • VISITAS
  • TANQUES E RÉPLICAS


Atendimento previamente agendado a escolas, grupos e universidades. O roteiro inclui visitas ao Museu da Aruanã e tanques de observação, com exibição de vídeo. No percurso, o monitor vai explicando sobre o ciclo de vida das tartarugas marinhas e o trabalho do Tamar. 

Na parte interna do CEA tem sala para exibição de videos institucionais; painéis explicativos sobre as atividades do Tamar no Ceará e sobre as cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil e no Estado; maquete de um curral de pesca; peças biológicas como carapaças, crânios, além de ovos e filhotes de tartarugas conservados em formol. Na área externa, há seis tanques de observação com tartarugas marinhas vivas; silhuetas em madeira e réplicas em resina de animais adultos; reprodução de um ninho no momento do nascimento dos filhotes (com filhotinhos de resina); rede aruaneira (utilizada para capturar tartaruga marinha); painéis explicativos sobre a campanha Nem tudo que cai na rede é peixe; além de espaço destinado às atividades com os participantes dos programas de Agentes Locais e Brigada Ecológica da Tartaruga Marinha.

Como chegar

Partindo de Fortaleza, de carro, segue-se pela rodovia federal BR-222 ou pela via Estruturante CE 085. A viagem dura cerca de três horas. Nos ônibus da Empresa 'Fretcar' que saem da estação rodoviária, a viagem dura seis horas. Existem vários horário saindo de Fortaleza. Consultar agência.

Ingresso - Grátis