pagina inicial
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Guriri

Guriri

São Mateus

Guriri

Guriri

Guriri

Guriri

  • ex
  • ex
  • ex
  • ex
  • ex

A ilha de Guriri, no município de São Mateus, Espírito Santo, é formada pelo rio Mariricu, ao sul, através de uma foz aberta artificialmente no início do século passado, em Barra Nova; e ao norte pelo rio Cricaré, que desagua no oceano Atlântico, na altura do município de Conceição da Barra.

Seu nome origina-se na riqueza da vegetação de restinga, onde a espécie predominante é o Allagoptera arenaria, conhecido popularmente como coquinho de guriri. Nos extremos da ilha, de 26km2, estão as áreas mais preservadas de restinga e manguezais. No centro fica o balneário, com cerca de 12 mil moradores e uma população flutuante que atinge 100 mil pessoas, durante o verão.

Guriri é um exemplo de conservação das praias: mesmo registrando grande fluxo turístico, consegue adequar a iluminação e evitar a construção de barracas nas áreas onde ocorrem as desovas de tartaruga marinha.

A base do Tamar foi implantada em 1988. Monitora 53km de litoral, desde a praia de Urussuquara, ao sul, até o município de Conceição da Barra, ao norte. Protege anualmente cerca de 200 desovas, com 12 mil filhotes das espécies cabeçuda (Caretta caretta) e de couro (Dermochelys coriacea).

Caixa Postal 130.153 - CEP 29.930-000 - Telefax (27)3761-1078 / 2104

São Mateus - ES