Home
Sea Turtles
Visitors
Student
Communities
Press

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Read more

Newsletter Release

Uma noite mágica para a conservação das tartarugas marinhas

25/10/2017 - Com apresentação inesquecível da Orquestra Petrobras Sinfônica, TAMAR e Petrobras comemoraram 35 anos juntos. Leia mais. ↓

O maestro da Orquestra Petrobras Sinfônica - OPES Felipe Prazeres participou da soltura de uma tartaruga-cabeçuda, na tarde de 21/10, na Praia do Forte-BA. À noite, após um dia de visita ao TAMAR e a emoção de ter acompanhado a tartaruga até o mar, ao erguer a batuta, o regente deu início ao espetáculo mais mágico de todos os tempos. Com a orquestra, conquistou cerca de 1.000 pessoas de uma vez, lançando o feitiço da música ancestral sobre a plateia, uma comemoração em grande estilo.

O clássico é popular. O maestro deu uma aula de música, contando um pouco sobre cada obra e seu compositor, mostrando como se usa a imaginação para conhecer algo e imediatamente amar. Para muitas pessoas, era a primeira vez vendo uma orquestra tocar ao vivo, para outras, já tinham visto, mas nunca na praia. Muito próxima do público, a orquestra brindou com requinte e firmeza a parceria longeva com a Petrobras, cheia de conquistas, que merece todos os parabéns pelos 30 anos com a OPES e 35 anos com o TAMAR.

“Foi uma emoção contagiante para mim e todas as pessoas do TAMAR, em um momento raro, uma orquestra com tantos músicos maravilhosos de uma vez em nosso espaço cultural”, conta Guy Marcovaldi, oceanógrafo fundador e coordenador nacional do Projeto TAMAR. Para ele, o maestro chegou ao ponto máximo da noite quando chamou as crianças da plateia para reger Danúbio Azul de Strauss, em um divertido e inspirador exercício de magia musical. Passou também por Villa-Lobos, Rossini, Brahms, desaguando na Aquarela do Brasil de Ary Barroso, para delírio do público. “A interação conosco foi empolgante, que carisma e entusiasmo tem esse maestro”, diz Rosely Soares Campos, visitante de São Paulo, que conheceu o TAMAR pela manhã, participou da soltura e ficou para ver a orquestra.

Guy Marcovaldi anunciou a chegada de tartarugas marinhas de uma nova geração, após 35 anos, às praias onde nasceram para desovar pela primeira vez. O Filhote 35 Milhões que vai nascer simboliza um marco histórico para o país de 35.000.000 de filhotes de tartarugas marinhas protegidos pelo TAMAR em 35 anos, até o final desta temporada 2017-2018. O momento é significativo para quem trabalha com a conservação das tartarugas marinhas todo esse tempo, hoje, cerca de 1.800 pessoas no Brasil, e para os milhares de amigos que acreditam e participam da causa.

O Projeto TAMAR começou em 1980 a proteger as tartarugas marinhas no Brasil. Com o patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, hoje o Projeto é a soma de esforços entre a Fundação Pró-TAMAR e o Centro Tamar/ICMBio. Trabalha na pesquisa, proteção e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea). Protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina.

Turtle Oliva

-

Visitors Center

More information - View previous information